SWRC

Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva no Ford Fiesta S2000, esta manhã no Shakedown do Rali da Jordânia



Bernardo Sousa: "Shakedown correu-nos muito bem"


Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva do Team Ford Quinta do Lorde saíram bastante satisfeitos do Shakedown desta manhã do rali da Jordânia, terceira prova pontuável do WRC. Depois da prestação na Suécia, a dupla portuguesa e actual líder do campeonato nacional de ralis, voltaram ao campeonato S-WRC onde realizaram apenas duas passagens no troço de 2,3 kms em Suwayma, próximo do Mar Morto. No final, Bernardo não escondia o seu contentamento: “As duas passagens que efectuamos correu-nos muito bem, melhor até para as expectativas que tínhamos e a verdade é que nem foi necessário efectuarmos mais nenhuma do que estas duas que realizamos”, adiantou o piloto do Ford Fiesta S2000, antes mesmo de seguir para um almoço oferecido pela Casa Real da Jordânia onde toda a comitiva de pilotos do WRC marcou presença.

Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva optaram por não “forçar o andamento”, facto que levou a pensar em “não desgastar muito os pneus”, uma situação que se deve às actuais condições do piso: “Está muito duro com muita gravilha mesclado com zonas arenosas", nada que já não tenhamos visto nos reconhecimentos”.
Quanto as afinações do Ford Fiesta S2000, Bernardo não escondia igualmente o sorriso na face pelo acerto do carro. “Está em perfeitas condições. Não alteramos rigorosamente nada depois do Shakedown", prosseguindo com os comentários sobre o Ford Fiesta. "Decidamente é um excelente carro. Tem provado isso mesmo ao longo das provas. Naturalmente a equipa de mecânicos da M-Sport está de parabéns pois têm feito um magnifico trabalho”, confidenciou.

Depois da excelente prestação no Shakedown desta manhã, o Team Ford Quinta do Lorde entra esta quinta-feira, naquele que é considerado o primeiro dia de competição propriamente dito. No total, estão reservados 292,42 kms de extensão, dos quais 95,7 kms são troços cronometrados.

Amanhã...

Divididos por duas secções, o inicio do rali está marcado para as 11:28 com a saída do primeiro concorrente naquela que será a primeira passagem por Rumman Forest1 (15,34 kms). Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva seguem depois para Wadi Shueib1, Mahes1 e Mount Nebo1 onde termina a primeira secção do dia. À tarde, os actuais líderes do campeonato nacional de ralis efectuam mais uma ronda de passagens, exactamente as mesmas especiais da manhã.

PT negócios

O Team Ford Quinta do Lorde tem mais um ‘brand’ associado ao projecto. A prestigiada marca PT Negócios associou-se ao projecto para esta temporada onde Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva participam em diversas competições, a começar pelas disputadíssimas S-WRC e ainda o Campeonato Nacional de Ralis, onde a dupla portuguesa venceu a primeira prova, no Rali Torrié.


NUNO DINIS
http://www.bernardo-sousa.com/

PWRC




Armindo Araújo defende liderança


Armindo Araújo e Miguel Ramalho, já se encontram na Jordânia para, na terceira prova da temporada, lutar pela defesa da liderança do Campeonato do Mundo de Ralis Produção (P-WRC).
Numa prova totalmente desconhecida para a dupla portuguesa, a táctica passa naturalmente por tentar não correr riscos desnecessários e amealhar o maior número de pontos possíveis para as contas do título.

Após os dois dias de reconhecimentos o piloto tirsense não tem dúvidas quanto à difícil tarefa que terá pela frente. “Vai ser um rali extremamente complicado pois os pisos são muito duros e escorregadios, há muita gravilha solta e bastantes lombas. Os pneus vão ter um grande desgaste e será fácil furar pois existe muitas pedras nas bermas. As características das especiais, com muitas lombas, não nos permitirá encontrar o ritmo ideal tão rapidamente como desejamos”, começou por afirmar o Campeão do Mundo e actual líder do PWRC.

Ainda assim, Armindo Araújo, que voltará a alinhar no Mitsubishi Lancer Evo X, parte confiante num bom resultado neste Rali da Jordânia. “Vamos ter de fazer a prova com muitas cautelas visto ser importante amealhar o maior numero de pontos possíveis para podermos sair daqui na frente do campeonato. Estamos moralizados com o bom arranque da temporada e vamos tentar continuar nesta onda positiva. Após este rali metade do nosso calendário fica completo e é importante saber gerir os acontecimentos”, disse o piloto apoiado pela TMN, Galp, MCA, Lusitania Seguros e Mitsubishi Motors.



O Rali da Jordânia, ao contrário das habituais provas do WRC, terminará no sábado, tendo em conta o fim-de-semana islâmico, mas terá, por isso, o seu inicio antecipado para quinta-feira, dia 1 de Abril. Durante três etapas serão disputadas vinte e uma especiais de classificação, num total de 339,48 km cronometrados. Em Jerash, a cidade anfitriã da prova, a diferença horária para Portugal é de mais duas horas.

NUNO DINIS
FONTE: http://www.armindoaraujo.com/

SWRC





Bernardo Sousa no Rali da Jordânia:
"Os pisos estão duros, secos e escorregadios"


Piloto e navegador do Team Ford Quinta do Lorde já estão na Jordânia, onde disputam a terceira prova do calendário do WRC e a sua segunda a contar para o S-WRC

Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva do Team Ford Quinta do Lorde já sabem qual o grau de exigência que os espera no Rali da Jordânia, terceira prova pontuável do Campeonato do Mundo de Ralis – WRC. “Muito exigente”, começou por revelar o jovem piloto madeirense. “Os pisos estão duros, secos por consequência os troços estão também muito escorregadios”, começou por revelar à saída para mais um reconhecimento esta terça-feira em solo jordano.

“Já deu para perceber que esta será sem dúvida uma prova de extremos. Desde as temperaturas elevadas que podem chegar aos 40 graus, aos troços carregados de areia e gravilha”, confessou o actual líder do Campeonato Nacional de Ralis.

Apesar das dificuldades, Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva, depois de bater toda a concorrência e sairem vencedores do Rali Torrié ao volante do Ford Fiesta S2000, não escondem a vontade em obter mais um excelente resultado, desta vez em terras de Sua Alteza Real o Príncipe Feisal Al Hussein. “São provas completamente distintas. Estamos todos imbuídos de um espírito vencedor sustentado num projecto ambicioso e responsável. É com este sentido que todos os dias trabalhamos e queremos aqui voltar a registar”, sublinhou português na capital Amã onde ficará até ao final da semana.

Este ano, alguns dos troços de 2008 foram modificados e outros até substituidos. A rota inicia-se nos bosques situados a norte de Amã a mais de 1000 metros de altitude e irá gradualmente descendendo até ao Vale Jordão, a sensivelmente 400 metros abaixo do nível do mar.

SHAKEDOWN Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva arrancam esta quarta-feira para o Shakedown de 2,3 kms em Suwayma, aproximadamente a 7,5 kms a norte do parque de assistências. A hora ideal para Bernardo entrar em acção decorre entre as 10 e as 12 horas locais, mais duas em relação ao fuso horário português.

Outra nota. O Rali da Jordânia conta tanto para o Campeonato do Mundo FIA de Ralis como para o próprio Campeonato FIA de Ralis do Médio Oriente. O horário do Rali coincide justamente com o fim-de-semana islâmico pelo que a prova finalizará este sábado em vez de domingo.



NUNO DINIS
FONTE: press release Team Ford Quinta do Lorde

JOSÉ MEGRE



Saíu à pouco tempo este livro escrito pelo malogrado José Megre onde retrata todas as viagens que efectuou por esse mundo fora.

Esta obra é, sem dúvida, uma excelente compra e onde nos deixa no ar uma grande nostalgia e tristeza pelo grande Homem que partiu ou, não seja ele, " O PAI DO TT EM PORTUGAL".

Está à venda em todas as papelarias e lojas da especialidade por esse país fora.

NUNO DINIS
FONTE: Megre Motorsport


VODAFONE RALLYE DE PORTUGAL





Rallye de Portugal Revival:

clássicos são atracção!

Os espectadores que se deslocarem aos troços do Vodafone Rally de Portugal nos dois últimos dias de provas quase não terão tempo para descansar em termos de emoções, pois a organização da prova acaba de acrescentar mais um motivo de grande atracção aos muitos que já caracterizam a edição deste ano da competição portuguesa pontuável para o WRC - Campeonato do Mundo de Ralis.

Na verdade, 2010 será palco da primeira edição do Rallye de Portugal Revival, uma prova destinada a carros clássicos, com data de construção até 1982, exceptuando-se apenas os modelos de tracção às quatro rodas, e que evoluirão entre as duas passagens dos concorrentes participantes no WRC, dando assim continuidade ao elevado grau de espectacularidade do evento, que quase não terá tempos mortos ao longo dos seus dois últimos dias.

Nesta primeira edição do Rally de Portugal Revival estima-se que participem cerca de duas dezenas de concorrentes - até porque o intervalo entre as duas passagens limita esse número de inscritos - sendo certo que será possível ver os melhores pilotos nacionais da categoria frente a nomes estrangeiros com palmarés firmado neste tipo de competição, e carros que marcaram épocas importantes nos ralis mundiais, como o Ford Escort RS ou o Lancia Stratos, entre outros.

No programa da prova, as verificações técnicas estão previstas para quinta-feira, dia 27 de Maio, e nesse mesmo dia os participantes farão o shakedown e disputarão a primeira Super Especial, no Estádio do Algarve, num horário que antecederá o dos participantes no WRC.

O dia de sexta-feira será preenchido com o reconhecimento das classificativas e o segundo dia de prova terá o seu início pelas 09h55 de sábado, dia 29 de Maio, com uma única passagem pelos troços de Almodôvar, Vascão e S. Brás de Alportel. No último dia de competição - no domingo, 30 de Maio - a partida está prevista para as 07h50, disputando os concorrentes as classificativas de Felizes e Loulé, concluindo a sua actuação com nova passagem pela Super Especial do Estádio, tal como no primeiro dia antes dos concorrentes ao evento do WRC.

O Rallye de Portugal Revival será, pois, mais um elemento de enriquecimento do programa global do Vodafone Rally de Portugal, tudo a justificar cada vez mais a presença de uma vasta multidão por estradas alentejanas e algarvias.

NUNO DINIS
FONTE: newsletter Vodafone Rallye de Portugal 2010


CLUBE ESCAPE LIVRE





6ª Conferência de Gouveia







O “fenómeno” Portugal Motorsport Team em debate
No âmbito das conferências realizadas em Gouveia pelo Clube Escape Livre, com vista à divulgação do Museu da Miniatura Automóvel, tem lugar, no dia 15 de Maio, mais um encontro, desta vez com o tema “Portugal Motorsport Team”.
Trata-se de um grupo de amigos formado no Facebook, que começou por ser uma simples brincadeira numa das redes sociais mais famosas do mundo. Este grupo junta os amantes do automobilismo a nível nacional, com destaque para as corridas e ralis efectuadas nos anos 60,70, 80 e 90. Logo após ter sido criado, reuniu, em pouco mais de 30 dias, cerca de 700 membros que, por sua vez, colocaram mais de 1700 fotos, consideradas documentos fantásticos para a história do desporto automóvel nacional.

O primeiro momento não “virtual” deste grupo decorreu a 23 de Janeiro deste ano, com um almoço de confraternização, na Mealhada, designado “Old Times”, que juntou 280 participantes, dos quais mais de 170 detentores de títulos nacionais de automobilismo, além dos jornalistas e dos simples amantes do desporto automóvel. Entre os nomes sonantes do automobilismo que marcaram presença refiram-se Francisco Romãozinho, Pedro Matos Chaves, Giovanni Salvi, Joaquim Moutinho, Rufino Fontes, Carlos Gaspar, António Peixinho, Jorge Ortigão ou Manuel Gião. Actualmente, o Portugal Motorsport Team tem já mais de 1200 membros e reúne cerca de 3300 fotos, além de alguns vídeos.

Por tudo isto, o Portugal Motorsport Team é já considerado um “fenómeno” entre os amantes do desporto automóvel, em Portugal , daí o Clube Escape Livre querer levar o tema à mesa de conversa na próxima conferência, prevista para o Cine-Teatro de Gouveia.

NUNO DINIS

CLUBE ESCAPE LIVRE


O fora de estrada para principiantes




O Clube Escape Livre e a Fundação Inatel organizam, de 7 a 9 de Maio, o Raid Inatel Iniciação TT. Pelo segundo ano consecutivo, esta parceria vai permitir um todo-o-terreno turístico e de lazer, mas pela primeira vez a organização quer chamar ao terreno os iniciados na condução 4X4 e, quem sabe, fazer deles verdadeiros amantes do fora de estrada.
O Raid Inatel Iniciação TT quer levar os participantes à Serra da Estrela, por um percurso fora de estrada em caminhos de bom piso, seguro para viaturas e condutores. O objectivo é desfrutar do património paisagístico e construído, típicos da região serrana, num fim-de-semana de novas experiências ao volante dos SUV ou dos 4x4.

Linhares da Beira, Gouveia e Celorico da Beira são alguns locais de destino, e onde estão previstas visitas guiadas. Quanto ao alojamento, durante os dois dias de fim-de-semana, tem lugar na mais moderna unidade hoteleira da Inatel, na aldeia história de Linhares da Beira.
Os participantes podem ainda contar com acompanhamento técnico quanto ao tipo de condução a fazer, à utilização da tecnologia 4x4, à pressão dos pneus e outros aspectos.

“Isto não significa que quem já fez todo-o-terreno e tem mais experiência não possa participar”, refere Pinto Moreira, do Clube Escape Livre. E acrescenta: “A troca de experiências será interessante e enriquecedora para ambas as partes”.

O Raid tem o patrocínio da Inatel, o apoio institucional do Governo Civil da Guarda, Turismo da Serra da Estrela, Camara Municipal de Gouveia e de Celorico da Beira e o apoio ValorPneu, Bridgestone, Camel Active, Sagres, SPAL e ‘Hyundai.

As inscrições estão já abertas e limitadas a 25 participantes, têm o custo de 390€ para duas pessoas e para todo o fim-de-semana e os sócios da Inatel têm 20% de desconto sobre este valor. Podem ser feitas através do site www.escapelivre.com ou pelos contactos 271205285 e Fax: 271205286.

NUNO DINIS

PTCC



VODAFONE WEDO SAMSUNG TEAM



Fontes e Castro Santos lideram Campeonato GT

Começou da melhor forma a temporada do Vodafone Wedo Samsung Team no novo Campeonato de Portugal de Turismos.
Depois de conquistarem a segunda posição na prova de Sábado, a dupla José Pedro Fontes e Diogo Castro Santos subiram ao lugar mais alto do pódio na corrida reservada para Domingo, o que os colocou na liderança do Campeonato.

Segundo José Pedro Fontes o balanço deste fim-de-semana é altamente positivo: “Saímos de Braga bastante satisfeitos. Não é de forma alguma o circuito mais favorável para o Aston Martin, o que fez com que encarássemos esta prova algo apreensivos. Na Sexta e no Sábado a chuva dificultou o nosso trabalho, pois tivemos constantemente problemas de tracção, sendo impossível fazer melhor do que o 2º posto. No Domingo conseguimos um setup mais adequado, permitindo-nos garantir esta primeira vitória. A equipa esteve à altura e não posso deixar de endereçar uma palavra especial ao Diogo que, depois de tantos anos afastado da competição, esteve em grande forma.”

Também Diogo Castro Santos não escondia a sua alegria com este conjunto de resultados: “saímos de Braga com a sensação de dever cumprido. Depois do 2º lugar no Sábado tínhamos alguma esperança na vitória mas, para isso, era essencial conseguirmos um bom arranque e colocarmo-nos desde logo na liderança. Com o carro bastante melhor do que no Sábado cumprimos a nossa táctica, saindo de Braga bastante motivados para o futuro.” Neste seu regresso à competição, Castro Santos acrescentou ainda que “já me senti muito confiante com o carro mas será essencial fazer algum trabalho a nível físico, para conseguir manter o ritmo ao longo de toda a corrida.”
A próxima prova da dupla do Aston Martin da Sports & You será o Circuito do Estoril nos dias 17 e 18 de Abril.

NUNO DINIS
FONTE: Comunicado equipa Vodafone Wedo Samsung Team







CAMPEONATO REGIONAL RALLYES - MADEIRA




VITOR SÁ VENCE EM PORTO SANTO

Acabado de regressar a tempo inteiro ao Campeonato de Ralis Coral, Vítor Sá já impõe a ordem. A bordo de um Peugeot 207 S2000, Vítor Sá e Nuno Rodrigues começaram a temporada da melhor maneira, acabando por liderar o Rali Porto Santo Line de “fio a pavio”. A 5 segundos certos da dupla da Sá Competições, Miguel Nunes e Victor Calado tiveram que se contentar com um segundo posto coberto de muitas dúvidas e incertezas, queixando-se da superioridade da viatura da equipa adversária. A fechar o pódio ficou Samir Sousa. Com o Renault Clio S1600, o jovem piloto porto-santense não deu hipótese nas duas rodas motrizes e ainda conseguiu superar os Mitsubishi, quer os S1600 quer a Júnior. Samir Sousa ficou a 37,7 segundos de Miguel Nunes. Quarto posto para o melhor homem da produção, João Magalhães. Estreando o Mitsubishi Lancer Evolution X da Gatmo, Magalhães e Pereira estiveram durante todo o dia à luta com António Nunes na tentativa de recuperar os 3 segundos perdidos no kartódromo, acabando por ultrapassar o piloto da Tomiauto na última especial, onde bateria o mais velho dos irmãos Nunes por 2,6 segundos, vencendo por 1,2s. A bordo de outro Mitsubishi Lancer Evolution X, desta feita preparado pela MML Sport, António Nunes viria a perder a vitória por entre o agrupamento de produção ao cair do pano. Com polémicas de pneus à parte, Rui Pinto sai do Porto Santo com “histórias” para contar. Trocou de pneus no final do dia de ontem quando não o podia fazer, acaba por ser multado em 420€, e por não conseguir acompanhar o ritmo das equipas que competem com a mais recente evolução dos Evolution. A pouco mais de 14 segundos de diferença para o vencedor dos quatro rodas motrizes com turbo, Rui Pinto esteve longe da sua habitual forma e acaba por ter que se contentar com o 6 posto da geral e 3 por entre a produção, terminando a 14,3s de António Nunes. Sétimo posto para João Silva, um dos pretendentes à Júnior e que não foi capaz de andar, nem de perto, ao mesmo ritmo que o seu adversário, Samir Sousa. A mais de 39 segundos do piloto do Clio S1600, Silva começa a época com um segundo posto, queixando-se de que não tinha a melhor afinação na sua viatura. Wilson Aguiar termina a prova porto-santense a acreditar em “milagres”. Sem pneus e com muita fé, partia para a última especial com 1,9 segundos de desvantagem para João Ferreira, que terminou na posição seguinte, e acaba por cruzar a meta a ganhar 6 segundos à dupla da PSP, vencendo o Troféu Eng. Rafael Costa e Troféu C2 Red Line Motorsports/Moriano Automóveis por 4,1 segundos. A encerrar o Top 10 da primeira prova do Campeonato de Ralis Coral, Filipe Pires que não pontuava para a competição monomarca dedicada aos C2, fechando o pódio da Rafael Costa. No Troféu feminino, Isabel Ramos superiorizou-se a Ana Sofia Correia por mais de 1 minuto e 20 segundos. No Troféu Yaris Ecobasalto, Francisco Tavares foi o único sobrevivente, e no Troféu Open Miguel Andrade foi o vencedor destacado, com 1 minuto, 2 segundos e uma décima de vantagem para Vasco Nóbrega e com 1:44:4 para José Carlos Magalhães.

CLASSIFICAÇÃO SUSPENSA

A classificação final da primeira prova do Campeonato de Ralis Coral da Madeira, o Rali Porto Santo Line, está suspensa. Segundo informações obtidas por nós junto de um elemento da organização, a classificação final encontra-se suspensa "...porque está a ser levada a cabo uma investigação...". Conhecendo-se toda a polémica que rodou em volta desta prova, nomeadmanete entre Miguel Nunes e Vítor Sá, e sabendo que as decisões não deverão ser tomadas brevemente, a classificação final da prova porto-santense poderá demorar a ser conhecida.

Estão confirmadas as suspeitas que foram levantadas ao longo do Rali Porto Santo Line, a 1ª prova do Campeonato de Ralis “Coral” 2010. O Peugeot 207 S2000 de Vítor Sá e Nuno Rodrigues está irregular e o problema reside na centralina da viatura francesa que contêm uma versão de software não permitida pela FIA para este tipo de carros. Segundo conseguimos saber, o pluricampeão regional foi chamado pelo colégio de comissários desportivos para explicar esta situação, tendo o mesmo remetido todas as explicações para o seu preparador, Barroso Sport. Sendo assim, resta apenas saber o que irá a FPAK fazer em relação a esta situação e saber que futuro terá o nosso regional de ralis depois de tanta situação negativa no arranque de temporada.


NUNO DINIS

WRC



Vá  ver  o rali ao vivo...  e deixe o carro  em  casa!  


 

Programa   de   viagem   pagável   em   três  vezes

O  Vodafone   Rally   de   Portugal  constitui,   como  todos   sab e m,  uma   enorme   manifestação  de   interesse   popular,   com   milhares  e   milhares  de   pessoas  apinhadas   ao   longo   das  c l assificativas   do  Baixo  Alentejo  e   do  Algarve,  tornando  por  vezes  a   circulação  automóvel   algo  problemática   nas  zonas   de   acesso  às  prova s   especiai s.    Em  2010  e   pretendendo  contribuir  não  só  para   um   rali  mais  "limpo"  ‐  com   me nor e s   emissões  de   CO2  ‐  e   facilitar  as  deslocações   aos   muitos   interessados,   sobretudo  os   que   vivem   fora  do  Algarve ,  a  organização  da   prova,  em  colaboração  com   o  ACP  Viagens,   preparou   dois  programas  para  acompanhamento  da   prova,  um   a  partir  de  Lisboa  e  outr o do  Porto,   com  a  vantgem  de  poder  ver o rali  ao vivo...  e  deixar  o carro em casa!    Os  vários   programas de  viagem ‐  disponíveis  no  sítio www.r a llydeportugal.pt   ‐  incluem  duas  ver sões,   uma    mais  acessível  e   outra   mais  completa,   que   engloba   as  vantagens  do  "rally   pass",   e   pode m   ser  pagos  por   duas  ou   três  vezes,  conforme   forem   contratados   ainda   no  mês  de   Março,   ou   apenas  em  Abril,  tornando   assim  muito mais cómoda  e  vantajosa  a  situação do  ponto   de   vista  financeiro.    Todos os contactos deverão ser feitos  para ACP Viagens,  tel ‐  21  3513830 / fax  ‐  21 3156787  ou  para o email  incoming@acp‐viagens.pt      Esta,   pois,   mais  uma  excelente  razão  para  não  ficar  em   casa   e   acompanhar   in  loco   a  edição  de   2010  do  Vodafone   Rally   de   Portugal,   agora  que   pode,  tranquila   e  comodamente,  seguir   a   prova   com   todas  as   mordomias,   sem  ter  de   se   preocupar  com   o  que   quer   que   se ja .   E   motivos   de   interesse   para  ir   até  ao  Algarve   é  coisa  que  não falta!   

IRC




HANNINEN VENCE ENQUANTO BRUNO MAGALHÃES É SEXTO
Conforme se previa, Juho Hänninen, em Skoda Fabia S2000 venceu o Rali da Argentina, com uma vantagem de 51s sobre Guy Wilks, em carro igual. No pódio acabou por ficar Jan Kopecký, também em Skoda, já que Kris Meeke (Peugeot 207 S2000) teve problemas de suspensão e viu-se obrigado a abandonar.

Gabriel Pozzo (Subaru Impreza STI ) foi quarto, na frente de Frederico Villagra, em Ford fiesta S2000. Um dos pilotos que beneficiaram da desistência de Kris Meeke foi Bruno Magalhães, que alcançou assim a sexta posição final.
Com estes resultados, Juho Hanninen soma agora 24 pontos no campeonato, e aumentou para seis a diferença que o separa de Guy Wilks. Bruno Magalhães é sexto, com nove pontos, menos um que o Campeão em título, Kris Meeke
NUNO DINIS
FONTE: Autosport.pt e www.ircseries.com

CAMPEONATO OPEN DE RALLYES 2010



MANUEL COUTINHO VENCE RALI ROTA DO MEDRONHO

Depois da vitória em Montelongo, Manuel Coutinho e Manuel Babo, em Mitsubishi Lancer EVO, não tiveram adversários no Rali Rota do Medronho, vencendo e convencendo. Apesar de uma escolha errada de pneus nas primeiras especiais, o piloto logrou, ainda assim ter ritmo mais do que suficiente para levar de vencida a prova, deixando a dupla Luís Mota e Alexandre Ramos (Mitsubishi EVO IV), a 1m17.80s, que só chegou a esta posição na derradeira especial, depois de uma interessante luta com Daniel Ribeiro e Diogo Salvi.

A luta pelo segundo lugar garantiu a animação da prova da Escuderia de Castelo Branco até à última especial. Daniel Ribeiro e Hugo Magalhães (Peugeot 206 GTI) reservaram para si esse lugar, durante grande parte do rali mas baquearam na sétima especial. O 'cliente' seguinte foi Daniel Nunes, também em Mitsubishi Lancer EVO VI, mas no final viriam a ser Luís Mota e Alexandre Ramos (Mitsubishi EVO IV) a reservar para si a posição. Daniel Ribeiro e Hugo Magalhães (Peugeot 206 GTI) fecharam o pódio, vencendo o Desafio Modelstand. Nos Clássicos, a vitória pertenceu a António Freitas e Paulo Lopes (Ford Escort RS 2000). No Troféu Fastbravo a vitória pertenceu a Hugo Queirós e Jorge Ribeiro, enquanto no Fiat em Nós e Acelera foram Luís Delgado e Sofia Mouta , em Fiat UNO 45 R os vencedores.

NUNO DINIS

FONTE: Autosport.pt e Escuderia Castelo Branco



AYRTON SENNA FAZIA HOJE 50 ANOS






O piloto brasileiro Ayrton Senna que faleceu dia 1 Maio de 1994, na pista de Imola durante o grande prémio de San Marino, fazia hoje 50 anos de existência se aquele brutal e estúpido acidente não lhe tivesse roubado a vida.
Para mim e enquanto fã de F1, a minha paixão terminou aí, nunca mais tendo conseguido acompanhar a F1 como o fazia até então.
Não só a mim, mas a muitos milhões de pessoas, ainda hoje recordamos Senna como o maior piloto de F1 e recordamo-lo com imensa saudade e sempre com...uma lagrima no canto do olho.
Estejas onde estiveres Senna, foste e serás sempre o nº1 na F1. Obrigada e Muitos Parabéns...
NUNO DINIS

IRC





RALLYE DA ARGENTINA
Vai ter lugar este fim-de-semana o rallye da Argentina, 3ª prova pontuável para o IRC e que, mais uma vez conta com a participação da dupla portuguesa Bruno e Carlos Magalhães que assim vão representar as cores da equipa Peugeot Sport Portugal.
Depois de dois excelentes resultados em Monte Carlo ( onde nunca tinha andado em neve ) e em Curitiba ( em pisos de terra que já não competia à quase um ano) a dupla do Peugeot 207 S2000 mostra-se cada vez mais confiante num excelente resultado isto depois de ter acusado falta de ritmo na prova brasileira.
A correr com o Nº 7, a dupla Bruno Magalhães e Carlos Magalhães será uma das 69 equipas que vão lutar pelo melhor resultado na prova com o epicentro em Villa Carlos Paz, cidade balneária junto ao lago de San Roque, e que ajudarão a dar brilho ao evento que integra a comemoração do bicentenário da Argentina. “Este é mais um rali importantíssimo e também ele mítico para qualquer piloto. Nós partimos com a expectativa de que possamos trazer um bom resultado para Portugal. Estamos claramente focados em arrecadar pontos para o campeonato IRC e, em termos de desempenho, sabemos que teremos de aumentar drasticamente o ritmo competitivo.”
Após dois ralis onde a equipa nacional conseguiu pontuar, Carlos Barros, o Director da Equipa Peugeot Total, está confiante para o próximo desafio: “Este será o terceiro rali desconhecido para a nossa formação. Nos anos 80 participei nesta prova com a Peugeot Sport, mas em 25 anos poucas serão as semelhanças. Aliás, estamos conscientes de que no IRC tudo é novo para nós e especialmente para os pilotos. Além de não estarem familiarizados com as provas, apenas podem fazer três passagens de reconhecimento pelos troços e na Argentina estão mesmo limitados a duas passagens. Mas com a experiência que já tivemos no primeiro rali de terra do IRC (Brasil) esperamos estar mais competitivos.”
A PROVA
O Rally da Argentina arranca no dia 19 de Março, logo com uma grande novidade, a Super Especial de aproximadamente 1,6km, em Villa Carlos Paz, onde os pilotos iniciarão a competição lutando dois a dois.
Já no segundo dia de prova (sábado), as paisagens do Valle de Calamuchita serão, sem dúvida, um dos principais atractivos deste rali. Completar-se-ão 137 km cronometrados contando, na manhã, com as classificativas Las Bajadas-Villa del Dique, Amboy-Santa Mónica e o clássico percurso Santa Rosa-San Agustín, terminando em San Agustín-Villa General Belgrano. Após uma passagem pelo parque de assistência, a prova continua da parte da tarde, com a segunda passagem nos três primeiros troços.
Na etapa de domingo, o palco será o Valle de Punilla, onde os veículos abrirão a última jornada com duas provas tradicionais: La Cumbre-Agua de Oro e Asconchiga-La Cumbre. Posteriormente, dirigir-se-ão a Valle Hermoso, onde se iniciam mais dois troços que se repetirão à tarde, e o rali terminará em Carlos Paz, voltando à Super Especial de abertura, onde os pilotos lutarão dois a dois pelos últimos segundos de prova.
NUNO DINIS

CAMPEONATO OPEN DE RALLYES 2010


INFORMAÇÕES ÚTEIS

O "arranque" do RALI ROTA DO MEDRONHO é já no próximo Sábado, dia 20 de Março, com as Verificações Documentais e Técnicas, que decorrerão em Proença a Nova.A partida "para a estrada" é no Domingo, dia 21 de Março pelas 8:00h, com os concorrentes a dirigirem-se para Oleiros, onde irão decorrer as Provas Especiais ( 4 ) da manhã.Após o almoço, em Oleiros, os concorrentes voltam para a zona de Proença a Nova, onde se disputam as P.E. da parte da tarde ( 4 )O final do Rali está marcado para as 18:25h, no Parque Urbano Comendador João Martins, em Proença a Nova.
Aceda a www.escuderiacastelobranco.pt e na secção "Próxima Prova" consulte o RALI GUIA, onde encontrará TODA a informaçãoque necessita para assistir ao RALI ROTA DO MEDRONHO.
Assista ao RALI ROTA DO MEDRONHO em SEGURANÇA !
-Estacione sempre o seu veículo correctamente de modo a não bloquear a estrada, evitando sempre todas as situações de perigo, e não se esqueca : "as velocidades são para os concorrentes..."
-Evite caminhar pelo interior do troço enquanto a Prova Especial estiver a decorrer.
-Nunca se coloque na saída de uma curva, ou num local onde um eventual despiste de um concorrente o possa alcançar.
-Para sua segurança, coloque-se em lugares elevados, de onde até pode observar melhor o Rali.
-Se levar consigo crianças, mantenha-as sempre sob intensa vigilância.
-Obedeça sempre às indicações das autoridades e elementos da organização. Estes zelam, também, pela sua segurança.
- Um bom Rali Rota do Medronho, EM SEGURANÇA, e um dia bem passado são os desejos da Escuderia Castelo Branco
NUNO DINIS

CAMPEONATO REGIONAL RALLYES - MADEIRA

RALLYE PORTO SANTO


BERNARDO SOUSA ESTARÁ AUSENTE

Ao contrário do que foi previsto à uns dias atrás afinal, Bernardo Sousa e o seu Ford Fiesta S2000 não irão participar no Rallye de Porto Santo.
Esta decisão deveu-se a um atraso na chegada de alguns componentes para o Ford que vieram assim inveabilizar a estreia do Fiesta s2000 em solo madeirense.

NUNO DINIS

CLUBE ESCAPE LIVRE









UM BOM COMEÇO
A actividade do Clube Escape Livre por fora de estrada iniciou-se este último fim-de-semana com o Raid do Bucho e Outros Sabores que trouxe dezenas de forasteiros de todo o País até à freguesia de Freineda no concelho de Almeida onde, no Domingo, se juntaram a muitos outros apreciadores deste típico prato raiano.
O almoço do Bucho no Largo de Santa Eufémia reuniu perto de trezentas pessoas, duplicando assim o número do ano passado, e foi o culminar da Festa e do Raid do Bucho e Outros Sabores.
Depois da neve, do vento e da chuva, S. Pedro deu tréguas permitindo um grande fim-de-semana para os entusiastas do todo terreno e um agradável convívio para quantos aderiram ao almoço e Festa do Bucho.

Os participantes do Raid ocuparam, no fim-de-semana, a totalidade da Pousada de Almeida onde no Sábado as refeições foram um primeiro hino à gastronomia local. Com um sol acolhedor a manhã foi ocupada na descoberta das novas exposições patentes nas Casamatas e nas Portas de Santo António da Fortaleza de Almeida.
À tarde a etapa todo terreno decorreu em pleno planalto raiano entre paisagens portuguesas e espanholas.

Depois de uma noite de convívio e onde foram entregues lembranças a todos os participantes o Domingo voltou a amanhecer com céu limpo, embora com a surpresa de Almeida estar coberta de um ligeiro manto branco devido à neve que caiu de madrugada, garantindo uma nova etapa cheia de sol mas com o piso ainda escorregadio e com muitos charcos de água. A passagem junto ao pontão do Rio Côa, cujas águas alagaram as margens, foi um dos pontos onde a adrenalina mais subiu, uma vez que a água chegou ao capôt dos 4X4.

Antes, a Junta de Freguesia de Castelo Mendo recebeu toda a caravana dentro da aldeia histórica para um magnífico pequeno-almoço, junto ao pelourinho.
A manhã terminou no Santuário onde decorria a Festa e onde todos participaram no almoço de Bucho.
Para o Presidente da Freguesia de Freineda, Miguel Simões: “O tempo voltou a estar extraordinário para este tipo de iniciativa e o balanço é muito positivo. Uma grande festa que com a colaboração do Clube Escape Livre vai ter repercussão junto de familiares e amigos dos participantes que vieram de todo o País e foram muitos”.


Raid Inatel Iniciação TT e Desafio Turismo de Portugal 4X4

Em Maio o Clube Escape Livre organiza dois eventos de todo terreno turístico muito interessantes e de características bem diferentes.
NUNO DINIS
FONTE: press release Clube Escape Livre

CAMPEONATO NACIONAL TODO-TERRENO 2010

BAJA TT TERRAS D'EL REI


Lino Carapeta e Rui António querem pontuar


Regularidade e fiabilidade são factores que levam Lino Carapeta e Rui António a partirem confiantes para o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2010. Ausentes por opção na prova inaugural, a equipa está consciente das dificuldades que terá em lutar pelos lugares de topo, por isso aposta numa prova consistente.
“Estamos absolutamente confiantes no trabalho que realizámos no carro, que tem sido alvo de um desenvolvimento extraordinário. Sabemos que lutamos com armas diferentes, por isso vamos fazer uma prova regular e calculada, mas também suficientemente rápida. Estamos absolutamente confiantes”, afirma, convicto, Lino Carapeta.
A Baja TT Terras d’el Rei, segunda prova do calendário nacional, leva o Team Tanqueluz/Paredecar até Tavira para participar na sua primeira prova da temporada. Testes recentemente realizados confirmam a fiabilidade do QT Wildcat, um carro em constante evolução.
“Melhorámos bastante em termos de travões, afinámos suspensões e sabemos com aquilo que contamos. Esta vai ser uma prova com um figurino diferente, onde tudo pode acontecer. A capacidade de travagem melhorou bastante,e o carro está muito mais estável, por isso sabemos que poderemos entrar com o pé direito neste campeonato”, conclui o piloto.

Com a habitual assistência da Paredecar, o Team Tanqueluz aposta num resultado positivo na primeira prova do ano, que possa relançar a equipa para um campeonato tranquilo.
A prova algarvia, organizada sobre a alçada do Clube Automóvel do Algarve irá realizar-se nos dias 20 e 21 de Março de 2010.

No dia 20 de Março de 2010, os veículos entrarão em Parque de Partida localizado na Praça da República de Tavira até às 13:00 horas para depois percorrerem por duas vezes a super Especial. No dia 21 os pilotos e suas máquinas irão percorrer um sector selectivo com aproximadamente 320 kms que se esperam muito duros para pilotos e viaturas.
Mais informações sobre esta prova em: www.clubeautomovelalgarve.pt
NUNO DINIS
FONTE: press release equipa Lino Carrapeta

OPEN DE RALLYES 2010



RALLYE ROTA DO MEDRONHO


A Escuderia Castelo Branco conseguiu, até agora reunir para a sua prova do Open de rallyes cerca de oito dezenas de participantes, o que vem demonstrar a adesão que este campeonato sempre tem tido desde que foi criado.

Rali Rota do Medronho - NOVO HORÁRIO

Uma prova como o Rali Rota do Medronho, organizada no sistema de rondas de dois, mais dois troços, faz depender o seu horário do volume de inscrições recolhidas até expirar o prazo das mesmas.Como felizmente o “Open” é um Campeonato muito concorrido, também a Escuderia Castelo Branco tem recebido inúmeros pedidos de participação na prova, pelo que se viu obrigada a fazer algumas correcções no horário anteriormente publicado. Esta nova tabela já foi comunicada oficialmente por intermédio do Aditamento nº2, estando publicado na nossa página, bem como no site da FPAK.De qualquer modo aqui fica apresentado.

NOVO HORÁRIO
Dia: 21 de Março - Domingo
Entrada das viaturas em Parque Fechado de Partida até às 07h30m
Etapa única - Proença-a-Nova / Oleiros / Proença-a-Nova
1º Secção Proença-a-Nova / Oleiros0
8:00 -Partida – Proença – a - Nova
08:50 -Parque de Assistência tipo II
09:18 -Oleiros 1 – 5 km 1ª Prova Especial
09:51 -Urraca 1 – 14.90 Km 2ª Prova Especial
10:30 -Parque de Assistência tipo III
10:58 -Oleiros 2 – 5 km 3ª Prova Especial
11:31 -Urraca 2 – 14.90 Km 4ª Prova Especial
12:10 -Oleiros - Chegada
2ª Secção Oleiros / Proença-a-Nova
14:00 -Partida - Oleiros
14:00 -Parque de Assistência tipo I
15:23 -Proença-a-Nova 1 – 8.5 Km 5ª Prova Especial
16:06 -Pergulho 1 – 10.6 Km 6ª Prova Especial
17:03 -Proença-a-Nova 2 – 8.5 Km 7ª Prova Especial
17:46 -Pergulho 2 – 10.6 Km 8ª Prova Especial
18:15 -Parque de Assistência tipo III
18:25 -Proença-a-Nova - Chegada – 2ªSecção
ENTREGA DE PRÉMIOS
18H25 -Domingo 21Março
Pódio de chegada da prova Parque Urbano Comend. João Martins (Proença-a-Nova)

Poderá consultar mais informações sobre esta prova em:

http://www.escuderiacastelobranco.pt/

NUNO DINIS


CAMPEONATO PORTUGAL RALLYES - RALLYE TORRIÉ


PRESS RELEASE TEAM FORD QUINTA DO LORDE
Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva vencem Rali Torrié
Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva ao commando do Fiesta S2000 obtiveram a vitória no Rali Torrié, jornada inaugural do Campeonato de Portugal de Ralis 2010. Para a história fica a excelente prova da dupla do Team Ford Quinta do Lorde, naquela que foi a sua estreia conjunta em solo luso.
O Fiesta com as cores do Team Ford Quinta do Lorde liderou a prova do Targa Clube logo a partir da PEC 2, que abriu a difícil secção matinal. Ao longo dos seus cinco troços, Bernardo Sousa obteve sempre tempos de referência, incluindo duas vitórias na dupla passagem por Serradela. Foi o 2o mais rápido em Pinheiro/Santa Marta e em Verim/Soengas e obteve o 4o tempo em Ermal/Carvalhal, terminando, assim, a 2a Secção da prova na liderança.
De facto, a tarde teve início com uma nova vitória na SuperEspecial de Vieira do Minho e também no mais encadeado troço de Pinheiro/Santa Marta. Já na muito rápida classificativa de Ermal/Carvalhal, Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva perderam alguma da vantagem amealhada, vendo perigar a sua liderança na prova.
Decidiram, por isso, apostar no troço Verim/Soengas e, se bem o pensaram, melhor o fizeram. Não só registaram o melhor tempo, como retiraram cerca de 5 segundos ao crono da passagem anterior. A ajudar, ficaram sob menor pressão com a saída de estrada do seu adversário.
Mas o restante Rali Torrié não viria a ser tarefa fácil pois entraram no troço de Ermal/Oliveira, o maior desta edição do Torrié (15,25 km), apenas com tracção à frente e ficaram, a 8 km do seu final, sem direcção assistida. Ali perderam cerca de 40 segundos, conseguindo apenas o 9o tempo da geral. Seguiram depois para cumprir os 2,8 km da Super Especial Maria da Fonte, então com uma vantagem de 23,8 segundos para Vitor Pascoal (Peugeot). Levando o Fiesta S2000 ao colo limitaram‐se a cumprir calendário, seguindo depois para o pódio final de chegada, em Póvoa de Lanhoso.
Com este brilhante 1o lugar, Bernardo Sousa garante os primeiros pontos para o Campeonato de Portugal de Ralis.
O Team Ford Quinta do Lorde segue agora para a sua segunda prova internacional, o Rali da Jordânia (1 a 3 de Abril), para na semana seguinte estar de novo em Portugal, para lutar pela vitória no Rali Terras de Fafe (9 a 11 de Abril).
NUNO DINIS
FONTE: press release Team Ford Quinta doLorde

CAMPEONATO PORTUGAL RALLYES - RALLYE TORRIÉ







PRESS RELEASE ARC SPORT
GRANDE VITÓRIA DE RICARDO MOURA
Ricardo Moura e António Costa triunfaram entre os carros do Agrupamento de Produção. Mas o campeão açoriano não se ficou por um triunfo indiscutível no grupo, subindo também ao último lugar do pódio. Este resultado que Ricardo Moura já tinha perseguido na última prova da época passada, quando também triunfou na Produção no Algarve, acabou desta feita por se tornar numa conquista bastante mais saborosa.
“Estou muito feliz por ter subido ao pódio e pela vitória na Produção. Ter conseguido juntar, estes dois resultados, foi de facto maravilhoso. Conseguimos finalmente materializar em resultados todo o trabalho feito em conjunto com a ARC Sport ao longo de um ano. Acho que com esta equipa e com o António Costa como navegador, poderei conseguir bons resultados. Só não consegui chegar ao 2º lugar, devido a problemas com a pressão do turbo que surgiram da parte da tarde, tendo piorado sempre os resultados das primeiras passagens”, afirmou, Ricardo Moura, visivelmente feliz com o resultado, reforçando ainda:
“Adoro fazer ralis, e sinto-me bastante orgulhoso e feliz por ter conseguido colocar os Açores em grande nos ralis nacionais. Esta é a minha forma de retribuir a todos os açorianos todo o apoio que sempre me deram. Nas próximas provas, vamos ter de adoptar uma táctica inteligente e determinada. O resultado conseguido nesta prova, faz-nos pensar seriamente nessa atitude”, concluiu o Campeão de Ralis dos Açores.

A prova inaugural do Campeonato de Portugal de Ralis 2010 acabou por não ser totalmente positiva para a ARC Sport, apesar deste magnífico triunfo de Ricardo Moura.
Prematuramente, Vítor Lopes e Hugo Magalhães abandonaram o Rallye Torrié na Super Especial de abertura, ao capotarem o Subaru Impreza.

Se a sorte não acompanhou Vítor Lopes, também o seu irmão Adruzilo passou ao lado do que poderia ter sido mais um resultado brilhante na fantástica carreira do piloto.
Depois de ter terminado a prova como o incontestado vencedor das duas rodas motrizes, juntando-lhe um fabuloso 5º lugar da classificação geral, tudo viria a cair por terra na derradeira especial de classificação, quando um erro de percurso, que até viria a prejudicar o piloto em termos de tempo, ditou uma penalização que lhe retirou a vitória no CPR2, colocando-o no segundo posto e oitavo lugar da classificação geral.
Adruzilo Lopes, que este ano terá como navegador Vasco Ferreira, era um piloto naturalmente feliz, antes de conhecer a decisão da direcção de prova, que lhe retirou a vitória.
Os nossos objectivos foram totalmente alcançados. Estou muito contente e satisfeito. Este meu novo projecto, com pouco mais de uma semana, só foi possível devido ao empenho e ao trabalho de uma equipa impecável como é a ARC Sport, e ao Renault Clio R3 que se tem mostrado um carro excelente”, referia Adruzilo Lopes, minutos antes de conhecer a decisão, que lhe retirou a vitória no CPR2. Depois…, apenas “uma profunda tristeza”…

Numa prova com indicadores bastante positivos, mas também algumas notas negativas, Augusto Ramiro acabou por fazer o balanço possível.
“Com pilotos deste nível é fácil obter bons resultados. E nós obtivemos na verdade dois excelentes resultados. Esta prova só não foi óptima, devido ao azar do Vítor Lopes e à penalização atribuída ao Adruzilo Lopes. Quero no entanto realçar o trabalho de toda a equipa ARC Sport, porque apesar da longa paragem do campeonato, continua com o mesmo ritmo com que terminou a época anterior”, afirmou Augusto Ramiro.
NUNO DINIS
FONTE: press release equipa Arc Sport

CAMPEONATO PORTUGAL RALLYES - RALLYE TORRIÉ


PRESS RELEASE JOSÉ PEDRO FONTES/PAULO BABO

José Pedro Fontes e Paulo Babo tiveram, no Rallye Torrié, uma participação muito positiva ao volante do impressionante Porsche 997 GT3, conquistando a 6ª posição da geral.
Vencendo duas classificativas à geral e fazendo sempre tempos muito próximos das primeiras posições, a equipa da Vodafone mostrou-se muito à vontade ao volante do GT3, deixando excelentes indicações quanto à sua competitividade.
Na chegada à Póvoa do Lanhoso, Fontes dizia que "estamos muito satisfeitos com o nosso resultado. Só foi pena um pneu ter-se descolado da jante na 5ª especial pois, caso isso não acontecesse, poderíamos mesmo ter lutado pela vitória do Rali. Penso que demos espectáculo, imprimimos um ritmo muito forte, e saímos do Torríe motivados por ter vencido duas especiais."
Quanto ao Porsche o piloto adianta que "é um carro fantástico, que dá um enorme prazer de condução e que o público gosta de ver passar. Contudo, há ainda muito trabalho a fazer e o Porsche tem uma boa margem de progressão."
No Rallye Torrié, o piloto do Porto aproveitou também para se associar a uma causa solidária, na tentativa de angariação de um dador de medula óssea compatível com o Afonso, filho do também piloto André Couto.
Com apenas 6 anos, foi diagnosticada ao Afonso uma leucemia linfoblástica aguda no passado mês de Outubro, encontrando-se internado e em isolamento total a receber tratamento de quimioterapia no Instituto Português de Oncologia do Porto.
Para Zé Pedro "penso que foi uma excelente oportunidade para tentar sensibilizar os adeptos de automobilismo para salvar uma vida. Não pude deixar de fazer este pequeno gesto e estou esperançado que, com a colaboração de todos, se possa encontrar um dador compatível com o Afonso. Quem sabe se a solução não estava entre o público do Rallye Torrié?"
Em Portugal existem diversos centros de atendimento para inscrição como dador de medula, além das diversas campanhas que vão decorrendo ao longo de todo o país. Aquela que, numa primeira fase, representa apenas uma simples colheita de sangue, poderá, posteriormente, significar um vida!
Todas as informações para ajudar o Afonso poderão ser obtidas através do link www.saveafonso.com.
NUNO DINIS
FONTE: press release equipa José Pedro Fontes

CAMPEONATO PORTUGAL RALLYES - RALLYE TORRIÉ


PRESS RELEASE PAULO NETO/DANIEL AMARAL

Bem se pode dizer que a temporada de 2010 começou da melhor forma para Paulo Neto / Daniel Amaral, ao terminarem no 4º lugar entre os concorrentes do Citroen Racing Trophy no Rali Torrié, primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralis 2010.
O ritmo de competição adquirido em 2009, permitiu a Paulo Neto entrar na temporada de 2010 com outra confiança. O piloto demonstrou uma maior competitividade ao volante do Citroen C2 R2 Max Paulo Neto / Daniel Amaral mas o resultado final só não foi melhor devido a uma errada escolha de pneus para a mais longa secção do rali.

Segundo Paulo Neto “a opção por pneus intermédios para chuva não foi a melhor, pois os troços da primeira secção da 2ª etapa foram ficando secos. Sentimos muitas dificuldades para conduzir nessas condições, o que se reflectiu nos tempos obtidos da parte da manhã até ao 6º troço. Mesmo assim, chegamos a andar na frente de alguma da nossa concorrência directa. Na parte da tarde rodámos mais depressa e mais de acordo com os nossos objectivos, mas um melhor resultado já estava comprometido depois do que se passou de manhã”.

Para Daniel Amaral que se estreava ao lado Paulo Neto e também no Campeonato de Portugal de Ralis, este foi “um bom rali para mim, que exige outra concentração. Gostei bastante de estar ao lado do Paulo e agora só espero ajudar para se obter mais e melhores resultados”.
No final do rali Paulo Neto fez questão de agradecer a todos os parceiros deste projecto, bem como “à equipa Carreto 18, que fez um excelente trabalho antes e durante a prova. O Citroen C2 R2 Max esteve impecável e muito competitivo, o que nos deu muita confiança para andar depressa”.
NUNO DINIS
FONTE: press release equipa Paulo Neto

WRC

LOEB E ARMINDO VENCERAM NO MÉXICO



Na segunda prova do WRC Sebastien Loeb levou de vencida a prova mexicana, num terreno teoricamente favoravel aos Ford mas o que é certo é que o pódio foi totalmente dominado pelos bólides da "double chévron", com Loeb, Solberg e Ogier a ocuparem o pódio.

De referir que Solberg e Ogier ficaram separados por...1,1s.

Depois vieram os Ford com Hirvonen a ocupar o quarto posto seguido por Latvala.

O português Armindo Araújo venceu a PWRC e mesmo assim conseguiu um brilhante...10º lugar da geral. Para o campeão do mundo, “Fizemos um rali sem cometer um único erro e tudo correu na perfeição. Toda a equipa fez um excepcional trabalho e estamos muito satisfeitos por termos vencido novamente no PWRC. Além disso este resultado coloca-nos já na liderança do campeonato que era, à partida desta prova, o nosso principal objectivo, foi sem duvida uma prova fantástica e penso que o resultado em termos de classificação geral fala por si. Fiz o meu primeiro ponto em termos absolutos e estou obviamente muito contente”





A próxima prova do WRC é o Rallye da Jordânia, no início mês de Abril, também em pisos de terra onde os pilotos Armindo Araújo/Migeul Ramalho (PWRC) e Bernardo Sousa/Nuno R. Silva (SWRC) irão marcar presença.



NUNO DINIS

FONTE: www.ralis.online.pt

WRC


RALLYE DO MÉXICO: LOEB NA FRENTE
O francês campeão do mundo, Sebastien Loeb terminou a 2ª etapa na primeira posição da prova mexicana numa luta bastante renhida e interessante com o norueguês Petter Solberg que se encontra na segunda possição a quase um minuto do francês.
Em terceiro encontra-se Ogier também ele num C4 WRC, aparecendo só na 4ª posição o primeiro Ford e pela mão de Latvala. Hirvonen é quinto mas já a quase 2 minutos de Loeb.
Armindo Araújo mantém a liderança do PWRC onde Arai é segundo mas a uns longíquos...quase 4 minutos.
NUNO DINIS

CAMPEONATO PORTUGAL RALLYES - RALLYE TORRIÉ



BERNARDO SOUSA VENCE NA ESTREIA DO CPR 2010 E DO NOVO FIESTA EM PORTUGAL



O jovem piloto madeirense Bernardo Sousa e Nuno Rodrigues da Silva, sagraram-se esta tarde vencedores do Rallye Torrié na estreia do Fiesta S2000 em Portugal.
Não foi uma prova fácil para o piloto do Ford que na parte final teve vários problemas mas que mesmo assim o levaram ao lugar mais alto do pódio.
Em segundo lugar ficou um Vítor Pascoal que desde cedo percebeu não ter armas para lutar com os Gr. N e os outros S2000 mas um andamento cauteloso revelou-se numa boa táctica pois beneficiou dos azares alheios, nomeadamente de Pedro Peres e Miguel Campos.
Na terceira posição ficou o piloto açoriano Ricardo Moura alcançando assim o melhor resultado de sempre em provas do Nacional.
Alberto Meira, Vitor Senra, José Pedro Fontes, João Ruivo eAdruzilo Lopes foram os pilotos que ocuparam as posiçoes seguintes sendo que o bi-campeão nacional Gr. N e que este ano disputa o campeonato 2L/2RM perdeu a primeira posição nessa categoria por um duplo erro no final da ultima pec.

NUNO DINIS

IRC




KRIS MEEKE VENCE PROVA BRASILEIRA PELA SEGUNDA VEZ CONSECUTIVA
O inglês Kris Meeke sagrou-se hoje vencedor do Rallye de Curitiba, segundo prova do IRC e desforrou-se assim do erro cometido na prova monegasca.
Em segundo lugar classificaram-se dois Skodas para Guy Wilks e Hanninen. Quanto ao piloto português Bruno Magalhães manteve a quinta posição num dia bem complicado onde houve tres especiais anuladas, ou seja, mais um excelente resultado do piloto da Peugeot Portugal.
NUNO DINIS

IRC






KRIS MEEKE LIDERA....BRUNO MAGALHÃES É QUINTO
O primeiro dia do Rally de Curitiba teve uma figura incontornável: Kris Meeke. O actual campeão da categoria esteve ao seu melhor nível ao longo da prova, vencendo todas as especiais do dia menos uma (a quinta), garantindo assim uma vantagem de 32,7 segundos sobre o segundo, que é Guy Wilks.
Jan Kopecky ocupa a terceira posição desde a primeira especial, estando já a 1 minuto de Kris Meeke mas, 27,4s de Wilks e onde Juha Hanninen furou um pneu na primeira especial e perdeu mais de 1 minuto para Meeke. O finlandês venceu um troço e recuperou até à quarta posição, à frente do português Bruno Magalhães que acusou falta de ritmo em pisos de terra, “Foi uma boa manhã, mas logo no início do rali notei muito a diferença de ritmo para as equipas mais rápidas e a falta que faz a um piloto ter de correr tão espaçadamente num ou noutro tipo de terreno. O carro ficou ligeiramente melhor e sinto que estou a guiar melhor do que na parte da manhã. O quinto posto é bastante bom para nós, apesar do dia não ter corrido exactamente como queria. Mas nestas condições e com este leque de pilotos, para já o balanço é muito positivo.”
NUNO DINIS

RALLYE MÉXICO







PETTER SOLBERG E ARMINDO ARAUJO LIDERAM NO MÉXICO
Petter Solberg lidera o Rali do México, uma prova que já 'perdeu' Kimi Raikkonen devido a um capotanço. Armindo Araújo lidera o PWRC com 5,4s de vantagem sobre Toshi Arai.
Quatro Citroen C4 WRC nos quatro primeiros lugares. Sabia-se que a vontade dos homens da Citroen em esquecer tudo o que de mau se passou no Rali da Suécia era grande, mas a verdade é que, mesmo contextualizado, estes números, para já, surpreendem.
Depois do mau rali que realizou na Suécia, Petter Solberg entrou de 'garras afiadas' na prova mexicana, e apesar de beneficiar muito da sua posição na estrada, lidera merecidamente o Rali do México, no final do primeiro dia.
Por motivos semelhantes a Solberg, a ordem de passagem na estrada, Sébastien Ogier é segundo, apenas a 15 segundos do líder, com o francês a realizar uma prova isenta de erros, e com um andamento suficiente para se manter perto do líder, mostrando que cada vez está mais maduro .
O piloto que mais desculpas tem é Mikko Hirvonen, mas a verdade é que terá que arriscar bastante amanhã para se chegar mais à frente e se é natural que recupere muito tempo a Solberg e Ogier, os dois primeiros a passar nos troços amanhã, já não será tão provável recuperar muito a Loeb.
Kimi Raikkonen abandonou devido a um aparatoso capotanço, perto do final da sétima especial, enquanto Ken Block está para já a adaptar-se à condução do Focus WRC. Para já está a perder 13.5 para Frederico Villagra o que não abona muito a seu favor. Mas a procissão ainda vai no adro e o WRc ainda só está a começar para ele.
Classificação após PE 9
1º Solberg P. - Mills P. Citroen C4 WRC 1:23:39.9
2º Ogier S. - Ingrassia J. Citroen C4 WRC M a 15.0s
3º Loeb S. - Elena D. Citroen C4 WRC, a 27.5s
4º Sordo D. - Marti M. Citroen C4 WRC, a 40.8s
5º Latvala J. - Anttila M. Ford Focus RS WRC 09, a 1m01.2s
6º Hirvonen M. - Lehtinen J. Ford Focus RS WRC 09, a 1m31.5s
7º Solberg H. - Minor-Petrasko I. Ford Focus RS WRC 08, a 1m37.5s
8º Wilson M. - Martin S. Ford Focus RS WRC 08, a 2m47.2s
O PWRC está ao rubro e o português e Campeão Mundo está na liderança mas com uma margem curta de 5,4s sobre o japonês Toshi Arai. O português passou o dia nos lugares do pódio mas nas últimas especiais mostrou o seu valor e saltou para a frente da classificação. O terceiro classificado, Baldoni, já está a 2m 42s do português.
NUNO DINIS
Poderá seguir de perto esta prova em www.wrc.com